Dicas de Produção: Avalie a ração que chega à propriedade!

A qualidade da ração adquirida é muito importante para um bom desempenho de crescimento dos peixes.  Por isso, você deve optar sempre por uma ração confiável. Principalmente porque os custos com a alimentação dos peixes podem representar até 80% dos custos totais de produção.

Mas a preocupação com o meio de cultivo e a sustentabilidade ambiental da sua criação,  devem ser levados em conta. Rações com boa digestibilidade e estabilidade na água,  podem reduzir à carga orgânica do seu tanque,  melhorando o ambiente de cultivo (qualidade de água) e consequentemente será capaz de minimizar o potencial poluente do efluente do viveiro.

Por isso produtor, tenha sempre o hábito de observar e  avaliar a ração que você compra.

Veja como é simples:

1) Primeiramente, faça um teste visual

a) Observe a data de fabricação – evite comprar rações com data de fabricação superior à 3 meses. Lembre-se que as rações ficarão estocadas também na propriedade. Evite fornecer rações estocadas à mais de 6 meses.

b) Avalie o odor – principalmente as rações de carnívoros devem ter odor agradável para atrair os peixes.

c) Observe se há umidade, bolores, aglomerados de pellets – Se sim, a ração não está apropriada ao consumo. Os fungos podem trazer graves prejuízos à sua produção, através de mortalidade dos peixes. Nesse caso, fale com seu fornecedor e realize a troca do produto.

d) Observe o grau de moagem dos ingredientes – Eles devem estar finamente moídos, para facilitar a digestão. Lembre-se que rações pouco digestíveis tem eficiência reduzida,  aumentam os custos de produção, além de poluir a água do seu viveiro. Em hipótese alguma, aceite rações com ingredientes identificáveis à olho nu.

e) Observe a uniformidade dos grãos -  grandes variações no tamanho dos pellets podem dificultar a alimentação, ocorrendo perdas consideráveis de ração.

2) Depois, realize o teste do balde com água

O teste basicamente consiste em colocar um punhado de ração em um balde com água e observar como os pellets se comportam:

a) Avalie a estabilidade – os peletes devem se manter íntegros por algumas horas. Esta informação está relacionada a redução da carga de poluente da ração, bem como no aproveitamento da mesma,  já que parte dos graos não se soltarão com os movimentos causados pelos peixes durante o processo de alimentação.

b) Avalie a flutuabilidade – no mínimo 90% dos pellets deverão flutuar por mais de uma hora. Se grande quantidade dos pellets afundam, o produtor terá dificuldade em avaliar se os  peixes realmente estão se alimentando ou aquela ração está sendo inutilizada no fundo do viveiro.

Faça disso um hábito!

Reduza  problemas com  carga de nutrientes no ambiente de cultivo e melhore  seus resultados!

Comments on: "Dicas de Produção: Avalie a ração que chega à propriedade!" (3)

  1. Alan Johnny said:

    Parabéns ao blog do projeto pacu, essas dicas são valiosas e úteis!

  2. Washington Botelho said:

    Tenho uma area com 8 tanques de 5 mil metros quadrados cada tanque, em CACERES Mt, acho que seria ideal para criação de pirarucu, desejo vender a area com os tanques junto com os tanques tenho tbem +- 4000 pes de teka ja bem adiantados….se alguem interessar me liga, vendo barato….35-99461695

Leave a comment for: "Dicas de Produção: Avalie a ração que chega à propriedade!"

Navegue por palavra-chave