O GEMAQ e o trabalho com couro de peixe

Em setembro do ano passado, durante o Sinpesca, tive a oportunidade de conhecer o trabalho do Grupo de Estudos de Manejo na Aquicultura (GEMAq) e os laboratórios de “Tecnologia de Pescado” e “Processamento de Pele de Peixe” da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus Toledo.

Na oportunidade, experimentei vários produtos deliciosos à base de pescado (cookies, almôndegas, enlatados) e conferi a maciez e beleza dos couros produzidos pelo grupo. O grupo de pesquisa deles é multidisciplinar e bastante expressivo.

Eles tem bons resultados em diversas linhas de pesquisa em aquicultura e participam de um trabalho muito legal que é o “Universidade sem Fronteiras”, que disponibiliza informação e tecnologia à comunidade. Uma iniciativa que tem como resultados práticos, a inclusão social e a geração de trabalho e renda.

E aí, ontem estava navegando no youtube e encontrei esses vídeos, que hoje compartilho com vocês.

Comments on: "O GEMAQ e o trabalho com couro de peixe" (2)

  1. VALERIA MARTINS said:

    Oi Boa tarde, meu nome é valéria sou coodenadora da Pastoral da Criança no distr. de Pilar na BA .Tenho uma comunidade que cria tilapia aqui no sertão mas e muito pobre e perde muito doque produz porque não faz beneficiamento tive vendo o video de vcs e gostaria de saber se vcs não nos ajudavam com o projeto de beneficiamento do couro da tilapia seria uma forma da comunidade de Piões conseguir uma renda extra e reaproveitar o couro, Olha não entendo nada de peixe portanto se vcs puderem nos ajudar, por favor tem que ser detalhado pois uma pessoa sem conhecimento e mais dificil ensinar Obrigada pela atenção espero o contato de vcs.

Leave a comment for: "O GEMAQ e o trabalho com couro de peixe"

Navegue por palavra-chave